menu

22/09/2018

Grande Pirâmide, Esfinge, Obeliscos, Tecn. Estelar-Portais, Energia Toroidal

****NOVO FORMATO COM ÁUDIO****
***ESTE DOCUMENTÁRIO ESTÁ DIVIDIDO EM SEU INTERIOR EM TRÊS PARTES***
Sem dúvida, tudo o que a egiptologia moderna nos contou sobre os prodígios da misteriosa cultura egípcia, em absoluto, corresponde à realidade... Qual é a origem de sua extraordinária tecnologia totalmente desconhecida até hoje? Pirâmides colossais, construções feitas com precisão matemática que perduram até o momento presente e revelam uma tecnologia totalmente avançada como, por exemplo, para cortar e deslocar milhões de pedras... Por que a ciência convencional quis esconder algo tão claro, que é totalmente impossível ter sido realizado pela mão do homem da época, como somos levados a acreditar?
E sobre a Grande Pirâmide, com mais de dois milhões e trezentos mil enormes blocos de pedra entre 2 e 70 toneladas, terá sido para enterrar o faraó Quéops, ou seu objetivo era canalizar a energia solar, cósmica e estelar...?
E o que dizer sobre a imponente Esfinge, envolvida em um halo de mistérios ancestrais, representada como o guardião silencioso que protege as pirâmides? Por que foi omitida a existência de uma abertura circular em sua cabeça, assim como túneis subterrâneos que se conectam à Grande Pirâmide?
Será que esses povos possuíam uma alta tecnologia cósmico-estelar extraterrestre que utilizavam para realizar perfeitas medições astronômicas e matemáticas? E será que eles conheciam a luz elétrica, como é evidenciado em algumas gravuras? E em relação aos enormes obeliscos... será possível que eles também tenham sido construídos pela mão do homem, sabendo do enorme peso que cada um possui?
De acordo com muitos pesquisadores, o Egito milenar não é como sempre se acreditou, mas, sim, faz parte de um surpreendente e preciso reflexo do próprio Céu...