menu

19/11/2014

Triângulo das Bermudas, Voos da Malásia, Mistérios no Paralelo 27

Continuando com os diversos acontecimentos que foram vilmente ocultados, é importante saber que a Terra-Gea-Gaia e tudo quanto existe não é como nos fizeram acreditar, um mundo que temos que explorar, desmatar bosques, contaminar cidades, provocar escassez de água, degradando as terras férteis ou fazendo com que infectemos seus mares-oceanos, lagos, rios para, desta forma, tentar convertê-la em uma grande lixeira enfermiça e contagiosa.

Mas, além disso, também o fazem na estratosfera que nos circunda, enquanto que, ao mesmo tempo, fazem desaparecer, sem piedade, uma infinidade de espécies naturais.

 Mas qual é o objetivo de querer acabar com o nosso belo planeta azul que tanto nos serviu?
Da mesma forma, além de amontoar-nos em enormes cidades e ter que pagar altas somas de impostos, hipotecas, também conseguiram nos insensibilizar, adormecer-nos, paralisar-nos para, assim, ir criando uma raça decadente, sofrida, resignada, como também hibridizada, cheia de barbárie, guerras, corrupção, além de uma enorme quantidade de vícios e libertinagem como nunca houve na história.

Mas é importante saber que ainda sobrevive escassamente uma valiosa biodiversidade ecológica que está imersa de poderosos campos de frequência eletromagnética com maravilhosos centros de energia vital, circuitos, vórtices muito fortes que após muitos séculos de invalidação, usurpação, agora, novamente, e para a surpresa de muitos estão começando a reativar-se.
Trata-se de poderosos campos vibracionais que nos deixaram com grande sabedoria e amor os Sábios Cosmocratores do espaço, com a finalidade de ajudar em nossa evolução e condução de energias físicas, psíquicas e espirituais.

Falamos de enclaves altamente magnetizados desde idades remotas... uma geobiologia magnética que sempre existiu, mas, agora, com o enorme incremento dos fótons--luz que chegam, cada vez mais, está voltando a reativar-se como antes. Por isso começam a surgir fatos e fenômenos desconhecidos...